Roteiro de Parques e Compras em Orlando

Continuando os posts de Orlando (tem muitos ainda por vir) vou falar da continuação do planejamento, que comecei neste post aqui.

Após fechar a viagem (e ir pagando em longas e suaves prestações hehe), é hora de continuar o planejamento. Não pensem que acabou. A leitura e pesquisa para a viagem para Orlando continua, principalmente para organizar os dias que serão de parques e os dias que serão de compras. Além disso, é nessa fase também que você faz uma listinha mais ou menos básica do que pretende comprar por lá, para poupar mais dinheiro e levar. Também é nessa fase que é preciso ficar de olho no preço do dólar turismo, pois é ele que você vai levar para lá.

A montanha russa do Hulk, no Island of Adventure, é muito bacana!

A montanha russa do Hulk, no Island of Adventure, é muito bacana!

– Roteiro dos Parques

A primeira coisa a saber é: em quantos parques você vai? Depois disso, não adianta sair jogando ‘um dia para cada parque’ que não rola. Os parques da Disney, por exemplo, precisam de um planejamento prévio já que nem em todos os dias há os shows de encerramento e as paradas. E não ache que ‘tudo bem’ perde-los, pois eles são sim um ponto alto e importante da visita aos parques. Você não vai se arrepender de assisti-los, vai por mim.

Para estruturar seu roteiro direitinho, é legal você montar uma planilha ou uma agenda de onde ir em cada dia. Nós fizemos assim: com uma planilha do Excel aberta, nós colocamos o roteiro separado por dias. Na primeira coluna colocamos o dia. Na segunda coluna o planejamento para aquele dia (qual parque ir, qual loja visitar, o que fazer) e na terceira coluna colocamos o endereço desses locais (vai por mim, é importante para não ter que ficar procurando na hora que você está com pressa para ir ao parque, ou ir às compras).

Depois de estruturar a sua planilha no computador, ou no papel mesmo, abra os sites do parques. No site da Disney, por exemplo, você tem todas as informações sobre horário de abertura e fechamento dos parques, que shows e paradas tem naquele dia, etc. É legal dar uma olhada nos sites dos outros parques também mas, pelo que eu me lembro, o único a ter essas diferenças e tal são os parques da Disney mesmo. Esse site fez uma postagem bem legal ensinando como ver os horários certinho e tal.

– Roteiro de Compras

Para quem pretende fazer compras em Orlando, os locais mais famosos são mesmo os Outlets. No nosso roteiro da viagem nós deixamos apenas um dia para compras o que foi uma tremenda besteira. É muito corrido e cansativo e nesse um dia conseguimos visitar apenas um dos outlets da cidade, o Premium Outlets da International Drive. Por sorte, já havíamos visitado algumas lojas do outlet da Vineland, mas não tivemos tempo de voltar lá.

Além dos outlets, tem também algumas lojas-chave que nós turistas fazemos a festa. A gente escuta mais português nessas lojas do que inglês, é inacreditável. São elas: Walmart, Ross Dress for Less, TJ Maxx e Best Buy. E por fim há também os shoppings. Essas são algumas das  principais, mas há muitas outras. O legal mesmo é procurar o que interessa mais para as suas compras.

Em um post futuro pretendo falar melhor dos outlets e dessas lojas em específico, mas, para essa fase de planejamento o que precisamos fazer é o seguinte: pesquisar quais as lojas que você quer conhecer e também quais são as unidades mais próximas do hotel que você vai ficar e colocar o endereço naquela planilha que começamos lá em cima. Deixei aqui o endereço de algumas:

Premium Outlet International Drive – 4951 International Drive. Orlando, FL 32819
Premium Outlet Vineland – 8200 Vineland Avenue. Orlando, FL 32821
Florida Mall – 8001 South Orange Blossom Trail Room 420. Orlando, FL 32809
The Mall at Millennia –  4200 Conroy Road. Orlando, FL 32839
Best Buy – 8350 S Orange Blossom Trl. Orlando, FL 32809
Ross Dress for Less – 5295 International Dr Orlando, FL 32819

– Compra de Dólar

Esse é um ponto importante do seu planejamento. Você precisa saber quantos dólares pretende levar para a viagem. Coloque na conta tudo que você já sabe que provavelmente gastará por lá, por exemplo: comida, gasolina para o carro, algum outro adicional do carro, estacionamento dos parques, estacionamento do hotel (nos dois que fomos eles nos cobraram a parte), etc… Enfim, essa primeira parte do dinheiro é só para os gastos necessários.

Aqui embaixo, alguns exemplos de quanto gastamos com essas coisas ‘necessárias’:

– Gasolina – ficamos 15 dias em Miami/Orlando e gastamos no máximo dos máximos US$ 150 com gasolina
– Serviço ‘adicional’ no carro – o aluguel do carro já estava pago quando saímos do Brasil, mas quando chegamos lá nos ofereceram um seguro contra quebra de vidros e mais alguma coisa lá, achamos melhor contratar.
– Comida – eu calculava por dia US$ 50 dólares para comer por dia (os hotéis que ficamos tinham café da manhã, se o que você reservou não tem, reserve um pouco a mais nessa conta), mas sobrava (a gente procurava lugares baratos. Se quiser comer melhor (leia, sem ser fast food) você consegue gastar bem mais.
– Estacionamento dos parques – aqui vem a facada: foram US$ 17 POR DIA em cada um dos parques. É caro mesmo.
– Estacionamento do hotel – é estranho porque os estacionamentos são abertos, qualquer um tem acesso. Mas o fato é que o hotel nos cobrou o estacionamento à parte, na hora que fizemos o check in, eles pediram o cartão de crédito e descontaram de lá.

Outra decisão importante a tomar é: vai levar o dólar em espécie, no cartão ou vai sacar por lá? Nós levamos em espécie porque a taxa do cartão é alta. Foi tranquilo, levamos o dinheiro em doleiras, deixamos o dinheiro no cofre do hotel e não tivemos problema nenhum. Porém hoje já não sei se faria o mesmo. Várias matérias recentes que saíram na imprensa relatam casos de turistas brasileiros que foram roubados nos hotéis.

Enfim, o cartão é mesmo mais seguro, mas o grande problema dele – pra variar – é a alta taxa. Mas quando estávamos lá, descobrimos uma terceira via bem interessante: sacamos dinheiro dos caixas eletrônicos com débito na sua conta corrente daqui. Pagamos um pouquinho mais no dólar, mas super valeu a pena. Lá há caixas eletrônicos em todo lugar, e a única coisa que precisa fazer é avisar o seu banco que você está indo para o exterior por um período X de dias e, na hora de tirar o dinheiro, pagar uma taxa em dólar (tipo uns US$ 4). Esse post aqui me ajudou bastante a entender como funciona os saques no exterior, descobrimos essa facilidade quando já estávamos lá, ou seja, não precisávamos ter levado todo o dinheiro em espécie.

– Lista de compras

Depois vem o cálculo do dinheiro para as compras. Aí fica a critério de cada um. No meu caso – me reconheci uma consumista depois que fui – da próxima vez que eu for vou levar TUDO que puder. Qualquer R$ 10 que sobrar no Brasil, vou fazer o câmbio e levar. Para quem conhece bem os preços praticados no Brasil, quando a pessoa chega lá, ela pira. É sério. No post das compras vou exemplificar com as coisas que comprei e quanto paguei nelas, para vocês terem mais ou menos uma noção.

Na sua lista de compras, pense em eletrônicos, cosméticos, relógios, perfumes, brinquedos, etc.. que você pretende comprar por lá e já pesquise o preço antes aqui. Quando chegamos lá percebemos que os preços são mais ou menos o que pesquisamos antes, então dá para ter uma boa ideia de quanto você vai gastar com a sua lista. Lembre sempre que além do valor que está no site que você está pesquisando, tem os cerca de 7% a mais de taxa no preço final. Se você não tem, ou se quer comprar uma nova, compensa colocar na sua lista também as malas, elas são boas e baratas em Orlando, por isso muita gente vai sem malas para lá e volta com as duas permitidas super cheias de coisas (foi o que fizemos).

Leve em conta na sua lista, por fim, as regras da alfândega. Sempre há a chance de você ser parado, então leve isso em conta na hora de prometer trazer milhares de eletrônicos para outras pessoas ou para você mesmo.

Termino o post lembrando que a dica principal é: pesquise! pesquise! e pesquise! Saiba tudo que puder sobre os parques e as coisas que você quer comprar por lá. É uma ótima viagem e você não vai querer passar algum estresse só porque deixou de pesquisar direito antes.

 Facebook  | Instagram

Anúncios

3 comentários sobre “Roteiro de Parques e Compras em Orlando

  1. Obrigada por compartilhar estas informações. É um roteiro muito procurado pelos brasileiros e ajuda muito saber os pros e contras.
    Pretendo, um dia, visitar a Disney, Orlando e Miami. Vamos ver ! rsrsrs….

    • Que coisa boa ler isso Leticia! Muito obrigada de verdade, esses comentários positivos servem de ótimo incentivo para continuar escrevendo hehe.
      Vá sim para as duas cidades assim que tiver a oportunidade, agora estou indicando para todo mundo hahah. Conheci muito pouco de Miami mas pretendo voltar para conhecer melhor!
      Obrigada mesmo! Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s