Visitei: Exposição Castelo Rá-Tim-Bum!

Lembram que eu pirei quando soube que ia ter uma megaexposição dedicada ao Castelo Rá-Tim-Bum em São Paulo? Pois é! Estou de férias agora em setembro e aproveitei os dias de semana livre para ir!!!!!!!!!! Fiz então um post para contar como foi e também coloquei algumas dicas para quem pretende ir.

Preparem-se pois o post está loooooongo hahaha. Ah, e tem, muitas fotos!

Entrada do MIS

Entrada do MIS

Bom, fui em um dia de semana porque estou de férias e li que aos finais de semana está impossível de entrar lá. Eu e meu namorado fomos preparados para enfrentar hoooooooras de fila, e fomos de carro porque vimos que ia ser meio complicado chegar lá de transporte público (mas é possível, vi que tem linhas de ônibus que atendem o local).

Nós fomos nesta última terça-feira (dia 2 de setembro) até lá. Para quem não sabe, às terças a entrada é gratuita, por isso é um pouquinho mais cheio se comparado aos outros dias. Mas nos outros dias também vale super a pena, custa R$10 para entrar, acho ok pelo tamanho e beleza da exposição.

abertura

Fila
Chegamos lá por volta das 10h30 e paramos o carro em um estacionamento que tem BEM do lado – na frente – do MIS. Lá o estacionamento é R$ 20, mas com o carimbo do MIS fica R$ 10.

Paramos o carro e já fomos para a fila. Haviam duas filas por lá, uma para pegar o ingresso e outra para entrar na exposição. Eles distribuem (ou vendem para os outros dias da semana) ingressos por horário e, pelo que entendi, são cerca de 180 pessoas por hora. Eles limitam então a quantidade de pessoas por horário.

Ficamos cerca de meia hora na fila e, quando chegamos na bilheteria, conseguimos ingresso para às 14h. Saímos de lá por volta das 11h e nós tínhamos então um bom espaço de tempo para almoçar e ficar enrolando, para só depois conseguirmos entrar no MIS.

biblioteca

Achamos um restaurante lá nas proximidades, mas quase por milagre. Fomos a pé porque não queríamos tirar o carro do estacionamento (já estava quase lotado) então nossas opções de comida ficaram restritas aos estabelecimentos daquela região. Percebi que ali é uma área bem residencial, então não tem muitas opções de comida. O que nos ajudou foi o aplicativo Foursquare no celular, por ele encontramos várias opções mas tivemos que andar por uns 15 minutos mais ou menos para encontrar algum restaurante.

Quando voltamos para a frente do MIS, vimos que um tiozinho estava vendendo cachorro-quente lá na frente por R$ 5. Por isso, há também essa opção para quem gosta ou para quem tem criança pequena, por exemplo, e não tem como andar muito com elas.

flap

Exposição
Bom, depois do almoço voltamos para a frente do MIS e esperamos ainda por mais uma hora antes de dar o nosso horário para entrar. Pegamos a fila e depois de mais uma meia hora, finalmente, fomos conhecer a homenagem ao Castelo Rá-Tim-Bum.

Não quero contar muito da exposição para não estragar a surpresa de cada uma das salas. Pelas fotos já dá para ver bem cada uma das salas e, se quiserem, posso responder as principais dúvidas nos comentários também.

laboratório

O que posso dizer é: para quem passou a infância assistindo esse programa, não vai se arrepender de ter ido. É muito legal, entramos em um túnel do tempo e temos contato com os personagens, os cômodos do castelo. E ainda é possível assistir  alguns pedaços do programa. Eu não me decepcionei nem um pouco, superou todas as expectativas e, se pudesse, até voltaria novamente. Quem viveu os anos 90 sabe bem o que o Castelo Rá-Tim-Bum significa para quem era criança naquela época. Se puder, vá!

mau

Agora aqui embaixo separei algumas dicas legais que percebi lá na hora. Nada absurdamente importante, mas que é legal salientar.

Dicas

– Vá com PACIÊNCIA. Para esperar, para pegar fila, para esperar para tirar foto, para explorar cada detalhe da exposição, para aguentar crianças (se você não gosta), para aguentar adultos (sempre tem uns loucos ou folgados haha). Enfim, vá com paciência que você poderá aproveitar bastante.

– Quem vai levar crianças, tomem cuidado. Vimos MUITAS crianças tristes ou chorando porque não iam poder entrar (porque os ingressos acabaram), ou porque estavam esperando demais. Tinha gente que pegava o ingresso às 13h mas só poderia entrar às 19h e lá perto não há opções de comida ou entretenimento para esperar tanto tempo assim (isso para quem não pode voltar para casa).

– Se puder ir durante a semana VÁ. Mas vá sem olhar para trás, porque segundo os próprios funcionários do MIS, as filas aos finais de semana chegam a durar SEIS HORAS só para PEGAR o ingresso. Então imagina só! Além disso, um dos funcionários disse também que se só puder ir de domingo, por exemplo, a pessoa que quiser entrar tem que chegar BEM cedo, tipo cedo mesmo, umas 5h da matina. Ele disse que às 6h30 já tem uma fila muito grande em frente ao MIS.

– Lembrando que há um pequeno estacionamento em frente ao MIS, pelo menos em dia de semana ( não sei quanto é nos findis) o preço é R$ 20, mas com o carimbo do MIS (carimba no guarda-volumes), é R$ 10.

– Na exposição, não é possível voltar para trás depois de passar para a sala seguinte. Por isso olhe e explore e tire quantas fotos quiser, mas lembre-se: você não poderá voltar para trás por isso aproveite bem cada uma das salas que são bem legais.

– A menos que você não viva sem, não vá de salto. Tem escadas para subir e descer e tem bastante coisa para interagir. Você vai pegar fila e vai passar no mínimo uma hora lá dentro (para poder ver tudo direitinho), então não precisa ir que nem uma top model, vá para se divertir.

– Não esqueça a máquina fotográfica ou o celular com bateria para tirar fotos!

– Confira SEMPRE o site do MIS antes de ir. Porque acabei de descobrir – enquanto fazia o post – que todos os sábados já foram vendidos online, então não adianta ir lá em um sábado na bilheteria, que não haverá ingressos!

Gente, ela fala!

Gente, ela fala!

Cozinha do castelo!

Cozinha do castelo!

"Etevaldoo... do espaço sideral.."

“Etevaldoo… do espaço sideral..”

"Enquanto isso, no lustre do castelo..."

“Enquanto isso, no lustre do castelo…”

Lembram dessa parede que girava?

Lembram dessa parede que girava?

"Lava, lava, lava..."

“Lava, lava, lava…”

Castelo Rá-Tim-Bum – A Exposição
QUANDO: de 16/07 a 16/111
HORÁRIO:  Domingos  e feriados, das 09:00 às 20:00 / Terças a Sextas das 11:00 às 21:00 / Sábados de setembro foram vendidos online, não dá para comprar na bilheteria!
QUANTO: R$ 10 (inteira); R$ 5 (meia-entrada) / Às terças, entrada gratuita.
ENDEREÇO: Avenida Europa, 158. Jardim Europa – Oeste. São Paulo
Anúncios

4 comentários sobre “Visitei: Exposição Castelo Rá-Tim-Bum!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s