Estilo ‘Básica-Arrumadinha’

20140310-082850.jpg

As básicas geralmente não querem ou não são notadas. No meio do mar de gente, elas andam e se misturam, geralmente em seu uniforme com cores primárias que se misturam aos convencionais branco e preto. As mais ousadas, às vezes, investem em um brinco pequeno ou mesmo em uma camiseta estampada. Calça jeans também faz parte do uniforme, uma espécie de extensão do corpo, bem como uma sapatilha para as mais femininas, ou um tênis para as mais ‘desapegadas’.

Todo mundo já teve uma fase ou pelo menos um dia assim. Aqueles em que a preguiça para pensar em uma roupa mais elaborada, ou mesmo a vergonha de estar ‘arrumada demais’ nos impedem de ter criatividade na hora de compor a roupa-nossa-de-cada-dia.

20140310-082827.jpg

Tem gente também que sofre bullying por se arrumar, sabe como? Isso porque ainda há pessoas nesse mundão que veem moda como algo fútil, e não como uma forma de expressão. Esses, que muitas vezes só enxergam o próprio umbigo como área de ‘interesse-não-criticável’, apontam a tudo e a todos aqueles que buscam se sentir melhor na maneira de se vestir como fúteis, vindo com aquele velho discurso de que ‘há coisas mais importantes no mundo’. Como se o pré-requisito para gostar de moda fosse abrir mão de todas as outras notícias ou coisas que acontecem no planeta. Já seus amigos, parentes e conhecidos que gostam e procuram se arrumar um pouco mais, são criticados por isso e, às vezes, acabam se vestindo mais básicos, exatamente para evitar mais comentários maldosos sobre seu campo de interesses.

Enfim, me incluo em muitos dos exemplos. Tenho como exercício diário tentar fugir do básico pois as inspirações não me veem naturalmente. Quando me arrumo um pouco mais, também lido com a vergonha de ‘estar arrumada demais’. Por outro lado, já tive e tenho amigos que criticam meu modo de me vestir (ainda que eu não veja nada demais), também já tive outros que criticam a moda mas não criticam como as pessoas se vestem. Em suma, exemplos existem aos montes.

20140310-082839.jpg

Depois de tanto ‘lenga-lenga’ e de tanto ‘blá-blá-blá’, o motivo deste post é que outro dia estava vasculhando, cmoo como sempre, o Pinterest, e achei algumas imagens-inspiração bem legais. Separei algumas delas aqui para a gente pensar: olha como são looks simples, descomplicados, mas ainda assim têm ‘um brilho no olho’, sabe como? Acho legais essas produções pouco elaboradas, que são fáceis de copiar e usar no dia a dia.

Uma sapatilha, uma dobrinha na calça, um nozinho na camiseta, acessórios bem escolhidos. Tudo isso faz uma diferença e tanto na produção final e, ainda assim, podem ser facilmente usadas no dia a dia sem a cara de ‘a festa é onde minha filha?‘. A ideia aqui é pensar nos detalhes que, em conjunto, trazem uma harmonia legal para a nossa roupa. Uma vez vi um exercício bem interessante na Oficina de Estilo, blog que amo. Elas explicaram como se vestir ‘nem demais, nem de menos’. Achei genial pois é um exercício simples de contagem de pontos. Vale o clique! Vê lá se dá para usar no seu dia a dia.

São fotos para a gente pensar e se inspirar no estilo mais rotina possível: o básico-arrumadinha. Exatamente para fugirmos de comentários maldosos de quem não tem o que fazer e também para nos sentirmos bem. Ajudam também naqueles dias em que a inspiração não vem, ou a preguiça tomou conta.

20140310-082833.jpg

Vocês também têm dias assim? Já tiveram algumas companhias (amigos, companheiros de trabalho, etc) que não gostam de se arrumar e, pior ainda, criticam quem o faz?

(As fotos são do Pinterest!)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s